O termo Art Déco se origina na contração do nome da Exposição que, em Paris, 1925 marcou o auge do estilo – Exposition Internationale des Arts Décoratifs et Industriels Modernes (Exposição Internacional das Artes Decorativas e Industriais Modernas). Tal denominação é recente, no inicio do século XX era “Estilo Moderno”.

Abrange todos os domínios da criação humana, aproximadamente entre 1915 e 1945. Arquitetura, decoração, moda, arte, desenho industrial, cinema, artes gráficas, publicidade, mobiliário.

As principais características são as linhas geométricas, privilegiando a aerodinâmica, e inspiradas por diversas culturas antigas, como a Grécia, o Egito, entre outras, e no caso brasileiro a Cultura Marajoara (400-1400).

Preservar, estudar e celebrar o estilo Art Déco no Brasil em geral, e no Rio de Janeiro em particular. Com especial atenção à vertente indigenista brasileira, predominantemente influenciada pela Cultura Marajoara.

Promover seminários, exposições, visitas guiadas a prédios e colecionadores, exibição de documentários e filmes.

Oferecer consultoria a pesquisadores, colecionadores e moradores de prédios Art Déco, nas reformas e adaptações.

O Instituto Art Déco Brasil foi criado em 10 de outubro de 2005, como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, por um grupo de entusiastas do estilo:

Presidente de Honra:
Luiz Paulo Conde

Presidente:
Márcio Alves Roiter

Vice-presidente:
Luiz Fernando Grabowsky

Conselheira:
Piedade Grinberg

Conselheira:
Suzete Aché